Archive for the ‘Depoimento’ Category

Um bate-papo com Eduardo Valente

julho 23, 2010

O carioca Eduardo Valente, 35 anos em setembro, é cineasta e crítico de cinema formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Diretor e roteirista do programa de televisão “Cine Conhecimento”, do Canal Futura, teve o seu primeiro curta-metragem, “Um sol alaranjado”, premiado no Festival de Cannes de 2002. O Prêmio da Cinéfondation, para filmes feitos por estudantes de cinema, lhe foi concedido por um júri presidido por Martin Scorsese.

Dirigiu mais dois curtas, “Castanho” (2003) e “O monstro” (2005), também exibidos em Cannes, e, no ano passado, o seu primeiro longa-metragem, “No meu lugar”. O filme, que já passou por 23 festivais no Brasil e no mundo, foi produzido por ninguém menos do que Walter Salles, de “Central do Brasil”.

Eduardo também é curador de mostras de cinema, editor da revista online “Cinética”, dedicada à crítica cinematográfica, e dirigiu o DVD e videoclipes da banda Los Hermanos (assista a “Morena” e a “Condicional”). Nesta entrevista (gravada num cinema, é claro), ele fala um pouco sobre suas formação e carreira, reflete sobre os papéis da arte e da crítica na sociedade e dá conselhos valiosos para quem também quer trabalhar com filmes, como crítico ou cineasta.

Nosso maior patrimônio

julho 12, 2010

Uma catarata congênita quase roubou a luz dos olhos de Matheus Alves na infância; hoje, porém, eles brilham vivamente quando o jovem de 15 anos se lembra do que viu do alto das Muralhas de Ávila. Aluno do programa Autonomia Carioca, na Escola Municipal Levy Monteiro, na Pavuna, Matheus foi escolhido pela Fundação Roberto Marinho para representar o Rio de Janeiro no 2º Fórum Juvenil Iberoamericano de Patrimônio Mundial, realizado entre 20 e 30 de junho em Aranjuez, na Espanha. O encontro faz parte do projeto Patrimônio Jovem, do Ministério da Cultura espanhol, que tem o objetivo de conscientizar jovens de Portugal, Espanha e países latino-americanos sobre a importância da preservação dos patrimônios cultural, material e natural em suas cidades, em seus países e no mundo.

Foi uma programação intensa: ao longo de dez dias, o estudante conheceu cidades como MadriElche, Ávila, Atapuerca, Ibeas de Juarros, San Juan de Ortega e Cuenca, e apresentou um trabalho sobre paisagem cultural, elaborado junto com seus colegas de turma, com a supervisão do professor Gerson Luiz de Jesus. Baterista e tecladista, o grande sonho de Matheus ainda é estudar na Escola de Música Villa-Lobos; a viagem a Espanha, porém, abriu os seus olhos para o mundo. E o seu depoimento nos faz lembrar que o maior patrimônio de um país são os seus jovens.

De escola em escola

julho 7, 2010

O Autonomia Carioca é uma parceria entre a Fundação Roberto Marinho e a Secretaria de Educação do município do Rio de Janeiro que atende a 9.000 alunos e 330 educadores do Ensino Fundamental em cerca de 360 bairros da cidade. O professor itinerante acompanha semanalmente o trabalho do professor de sala de aula. Ele tem as funções de planejar coletivamente as aulas, motivar a troca de informações entre professores, sugerir atividades e orientar o professor de sala de aula. No vídeo acima, as professoras Cássia Moura e Maria de Fátima Menezes falam das transformações que testemunharam em suas andaças de escola em escola.

Ideias espalhadas na rede

junho 14, 2010

No começo de maio, o Rio de Janeiro foi palco do TEDxSudeste, versão independente da maior conferência de ideais do mundo, o Technology, Entertainment, Design (TED), que é transmitida pela Internet. Vilma Guimarães, gerente-geral de Educação e Implementação da Fundação Roberto Marinho, foi uma das 30 personalidades convidadas para flar sobre o tema “Colaborando para transformar”. Assista aqui ao seu depoimento sobre o programa Igarité.

O TED surgiu em 1984 como uma conferência anual na Califórnia e já teve entre seus palestrantes Bill Clinton, Paul Simon, Bill Gates, Bono Vox, Al Gore, Michelle Obama e Philippe Starck.

Travessia com arte

maio 17, 2010

Ator, figurinista, escritor, desenhista, cenógrafo, escultor… filho de peixe, Fernado Caetano dos Santos, 24 anos, o Cayo Ogam, é um artista de mão cheia; mas sabe que não basta ter talento para vencer na vida. Por causa de problemas de saúde do pai, ele ficou cinco anos sem estudar. Voltou em 2007, o primeiro ano do programa Travessia, pelas mãos do professor, amigo e grande incentivador Antonio Arnaldo da Silva. Estudou na Escola Estadual Senador João Cleofas de Oliveira, em Vitória de Santo Antão, Zona da Mata pernambucana, e no ano passado recebeu o seu certificado de conclusão do Ensino Médio.

Fã de Maurício de Sousa, o pai da Turma da Mônica, Cayo, que trabalha como autor de livros infantis e ilustrador numa editora no Recife, agora sonha em dar passos ainda mais largos: quer cursar Design e Artes Cênicas e trabalhar na televisão, no Rio de Janeiro.

Palavra de aluno

abril 19, 2010

O professor Carlos Armando Miola participou de todo o processo de renovação do conteúdo do Telecurso Profissionalizante de Mecânica, lançado no último dia 5 no Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso, em São Paulo. “Foi um privilégio profissional e o resultado me deixou muito feliz. O módulo de automação foi todo refeito e os demais módulos foram repaginados e melhorados. As antigas imagens foram substituídas por fotos, e tivemos um cuidado muito grande em utilizar uma linguagem nacional, sem vocabulário regionalizado”, explicou.

Anderson de Lima (foto), que também compareceu ao lançamento, começou a fazer o Telecurso de Mecânica no início do ano passado e contou que ficou mais fácil trocar experiências e ideias na empresa em que trabalha: “Tem gente que está há 20 anos na empresa e conhece muito sobre Mecânica, eu estou há apenas dois anos e três meses, e agora é mais fácil abordar essas pessoas.” Anderson começou na empresa como auxiliar de programação e, depois de iniciar o Telecurso, foi promovido a programador de manutenção. “Agora, entendo também a parte técnica e não só a prática”, destacou.

“Travessias: a trajetória de Cristiano”

março 3, 2010

Cristiano Diego dos Santos Silva foi aluno do primeiro ano do programa Travessia em Pernambuco, na classe da professora Albenice Ribeiro, em Petrolina. Este documentário de média-metragem acompanha este período de sua vida. Conheça a sua história e descubra porque, apesar de todas as dificuldades, ele considera a sua vida maravilhosa.

O menino da floresta

agosto 27, 2009

Samoel Lima tem uma incrível história de vida. Nasceu no seringal Nova Amélia, nas matas de Xapuri, e hoje mora em Rio Branco, capital do Acre, onde trabalha como funcionário público do estado. Mas até os 14 anos viveu sozinho com o pai seringueiro, como nômade, quando decidiu mudar de vida. Só conheceu a mãe quando tinha 16 anos e sequer tinha certidão de nascimento.

Fez as 1ª e 2ª séries e depois completou o Ensino Fundamental no Poronga, em 2002, e se formou no Ensino Médio assistindo pela TV às aulas do Telecurso 2000. Samoel, que hoje faz faculdade, conversou com a gente no Dia do Estudante quando esteve no Rio de Janeiro. E garantiu que não vai parar por aí.

Travessia no sertão

julho 29, 2009

Você já conhece Albenice Ribeiro Fialho Silva da reportagem sobre a aula-passeio que alunos da Escola Professor Simão Amorim Durando fizeram ao Recife. Pois saiba também que ela foi uma das primeiras professoras a aderir ao programa Travessia em Petrolina, sertão de Pernambuco.

Um bate-papo com Allan Sieber

julho 9, 2009

O desenhista, cartunista, quadrinista e cineasta gaúcho Allan Sieber é o autor das ilustrações do livro de Filosofia do Novo Telecurso. O Conversa da Gente esteve em seu estúdio no Rio de Janeiro, onde ele falou sobre sua carreira e sobre quadrinhos e educação e deu dicas para quem quer ser desenhista profissional.

Nascido em Porto Alegre em 1972, Sieber mora no Rio de Janeiro desde 1999. Filho de desenhista, publicou a tirinha “Bifaland” de 1996 a 1997 no caderno Zap, do “Estado de São Paulo”. (more…)

Um aluno nota dez

junho 12, 2009

Conheça a históra de Fernando Diniz, aluno do programa Travessia na escola Guiomar Krause, que foi o primeiro colocado do Enem no município de Vitória de Santo Antão, Zona da Mata pernambucana.

Você viu o Fernando receber seu certificado de conclusão do Ensino Médio das mãos do governador de Pernambuco Eduardo Campos no Conversa da Gente – caso queira ver de novo, clique aqui. O aluno, que já acompanhava pela TV as aulas do Telecurso, sempre foi o melhor da turma, mas ficou perdeu um ano letivo quando morava no Distrito Federal, depois da morte do pai. Também teve problemas de adaptação numa escola que estudou, mas recuperou a motivação ao entrar para o programa Travessia. (more…)

Aprendendo com os alunos

maio 25, 2009

Professor da Escola Guiomar Krause, em Vitória de Santo Antão, Zona da Mata de Pernambuco, Marcelo Araujo é um grande entusiasta do Travessia.

Você já viu o professor Marcelo no Conversa da Gente, em sua formação em Garanhuns e no sarau músico-literário que promoveu na Guiomar Krause. Para ele, mais importante do que formar alunos é formar cidadãos; em suas aulas, temas como ética, política e cidadania estão sempre em pauta.

Fazendo a travessia

julho 1, 2008

Tem muita gente em Pernambuco fazendo a travessia para uma vida completamente nova, de forma surpreendente.

Emerson Lopes, professoror no município de Vitória de Santo Antão, procurou a coordenadora da GRE para dar os parabéns ao Travessia. Depois de entrar para uma das telessala do programa, Terezinha Lopes, mãe de Emerson, passou a viver uma verdadeira renovação na sua vida. A volta aos estudos, a convivência em sala de aula, as tarefas e deveres a serem cumpridos abriram um espaço de superação de perdas na vida de Terezinha e agora ela está totalmente engajada nas atividades do Travessia.

A história da turma da professora Neyla

junho 26, 2008

Os professores do programa Travessia estão participando ativamente do ambiente virtual que foi criado para proporcionar uma maior integração entre eles, os coordenadores e todos os outros que estão participando dessa transformação no ensino no estado.

As colaborações no ambiente aumentam dia após dia e são um retrato vívido das mudanças que estão acontecendo na vida dos alunos e dos próprios professores. Reproduzimos aqui uma bela carta publicada no ambiente pela professora Neyla Ferraz, da cidade de Floresta, sobre os desafios de sua turma, numa escola da zona rural. (more…)

Ricardo Elias, diretor

junho 20, 2008

Ricardo Elias é cria do Telecurso: pode-se dizer que foi dirigindo seus programas que ele começou sua carreira profissional de diretor de cinema e de TV. Nascido em 1968 em São Paulo (SP), formou-se em cinema pela Escola de Comunicação e Artes (ECA) da USP, onde coheceu o parceiro Cláudio Yosida. Dirigiu seu primeiro curta “Derrube Jack”, em 1993, e, em 1999, o média-metragem “Um filme de Marcos Medeiros”, prêmio de melhor documentário no Festival de Brasília. Dirigiu programas para diversos canais de televisão, como TV Globo, TV Cultura, TV Escola e Canal Futura, e dois longas-metragens premiados: “De passagem” (2003) e “Os 12 trabalhos” (2006). Atualmente, dedica-se ao terceiro, “A vida secreta das estrelas”. (more…)


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.